comunista desejosa de glamour hollywoodiano. anarquista com apego material a coisas emocionais. plagiadora que exige direitos autorais



quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

maquina de pimball

Notas da adaptação:
Minha namorada te achou chata.
Convenhamos... Você é chata. E ela, ciumenta...
E O QUE INTERESSA?
Eh? Para! Para tudo.
O que interessa nisso tudo. Nos seu texto? Nesse espetáculo? Nesse negócio todo?
Vejo muito de mim em vc. Vejo muito de nós em vc. E é minha grande chance de falar de Rock num espetáculo. Eu sempre quis isso porra! E agora tenho você como pretexto.
Gosto de você. Não se preocupa, se é que isso te preocupa. Vai saber...
E quero falar de minhas feminíssimas obsessões acerca do sexo masculino. Porque, hã! Também tive as minhas. Fui heterossexual até os 24!! Uhuh Que irônico. Aos 24 enviadei e me juntei com a primeira mulher da minha vida.
Cabelos loiros, encaracolados, seios fartos...
O tal príncipe encantado (porque eu também não escapei da babaquice padrão de Cinderella) tinha cabelos encaracolados. Ela, tem cabelos encaracolados. Rs. Irônico. Sempre.

Mas o que eu fiz mesmo pra começar esse texto? Enfim. Falar é sempre bom. É pra isso que eu to aqui. Falar e só falar. Ou melhor escrever, adaptar.
Da uma invejazinha de não estar em cena, mas enfim...

2 comentários:

Cheff Arthuzzi úí? disse...

vixxx...
so it is...

Fuckdelis disse...

AMEI!!!!!!!!!!!!!!
HUHUHUHUHUHUHUHU
FINO!!!!!!!!!
explosivo!!!!!
rsrsrsr