comunista desejosa de glamour hollywoodiano. anarquista com apego material a coisas emocionais. plagiadora que exige direitos autorais



quinta-feira, 13 de março de 2008

Marina Viana

Sou um caso de mulher adulta com hiperatividade. Histero-histrionica com necessidade de ritalina. Mulher adulta: quase 27 anos. Mulher feita com síndrome de Peter Pan! E ainda por cima sofrendo antecipadamente com o retorno de saturno. Dispersa, desorganizada, indisciplinada que ainda mora com a mãe sem emprego fixo nem carteira assinada.
Três graduações... Três pedaços de papel perdidos nos meus milhares de papéis dentro do meu armário. Quase não fiz o concurso de professor substituto na faculdadde de Teatro da UFMG porque não achava meus diplomas. Achei. Fiz a inscrição. Fiz a prova. Sistema de auto-boicote brilhante. Quatro candidatos. Quarto lugar.
Amanheço hoje com vergonha de mim, me sentino velha, semi-balzaca inutil. Sentindo uma culpa cristianamente fodida, o externo fundo e o olho vermelho. Mas tenho que ir. Logo chega a hora do meu expediente.
Como modelo vivo eu sou brilhante.

3 comentários:

Leão do Norte disse...

gostaria de dizer agora um monte de coisas depois de ler estes teus escritos Marina , fiquei com vergonha de dizer que gostei muito, pois poderia parecer algo razo e superficial, diferente do relato lido, que me parece bem sincero.
E agora como terminar este bilhetinho? a resolvi que vai ser bem piegas mesmo então la vai:
me senti assim tal qual as suas palavras a algumas semanas atras,
cada vez me encanto mais com tigo,
vc é linda, um abraço, Saudade, Saulo.

Fuckdelis disse...

nuhhh
lindo!!!

DAYANE disse...

Muy bello...