comunista desejosa de glamour hollywoodiano. anarquista com apego material a coisas emocionais. plagiadora que exige direitos autorais



segunda-feira, 21 de novembro de 2011

a modelo é viva parte II







Pra que esse nariz tão grande? O artista está ausente? De quem são essas rugas? Gastei já a primavera do meu tempo? Quem é você? Será mais nobre em nosso espírito sofrer pedras e setas com que a Fortuna, enfurecida, nos alveja, ou insurgir-nos contra um mar de provações, e em luta pôr-lhes fim? Quem nasceu primeiro o ovo ou a galinha? I wanna be a rock star? O mesmo personagem? As facas Guinsu conseguem cortar as meias Vivarina?
Será que eu vou virar bolor? E o que eu faço com meu umbigo? E eu sei lá o que é o arroz?
Que sei eu do que serei eu que não sei o que sou? Posso me levantar um pouco? Nada de novo senhor Axelrod Silva? Fazer algo completamente diferente é vaidade de ator ou é o contrário? Quero ficar a mercê da platéia? Ou jogar cocô na audiência como o chipanzé? Uma dramaturga que só escreve pra si mesma é o que? Atriz ou egocêntrica? ou isso quer dizer a mesma coisa? O-verdadeiro-ator-é-o-que-se-doa-inteiramente-ao-personagem?[1] A artista está presente? Um artista não deve se apaixonar por outro artista?
Um artista deve ser erótico? O que faço com meus papéis? Where´s my mind? What else should I be? What can I say? Que hecho yo para merecer eso? A modelo é viva?[2] Tem gente que ainda grita que tudo vai dar pé? Um ator deve sofrer? Aquilo é verdade absoluta? Vai dar pé? Cadê meu disco voador? O roque errou? Que camisa eu visto? Que bandeira eu dou? Que refrão eu decoro? O que é isso, meu amor? Será que eu vou morrer de dor? E agora, José? Onde é que está meu rock’n roll? Pra que esses olhos tão grandes? Toc toc? Quem é? Aonde tudo isso leva? Não pode adivinhar? Você falou comigo? Tem mais alguém aqui? Quem? Como vou saber? Porque pergunta? Fala sério? Isso foi retórica? Dom Sebastião virá? Ruiseñor! Ruiseñor mio, aun cantas?
E se eu perder a pose?

[1] A modelo é viva. E ela dói. Dói mesmo. Não sou modelo pra ninguém. Vai lá e rascunha algo melhor de mim. Consegue? Também não? Pois é. O barco é o mesmo. Mas ali na nave sozinha, eu brinco de não ser. E não é assim. A todo o momento gritando pra ser e ali... eu sou?
[2] Marina Viana é atriz em Belo Horizonte. Tem o nariz grande. Sem nenhum milhão no banco, nenhum sucesso de bilheteria, nem um milhão de cópias vendidas (!?). É uma profunda conhecedora de nada. Só de Beatles. Mas quem não é? Posa como modelo vivo na Escola de Belas Artes pra ajudar no orçamento da casa. Atriz e “modelo”, formada na UFMG em Artes Cênicas, escreve manifestos e plagicombina canções alheias. Também se formou em História, mas nunca exerceu a profissão...









Um comentário: